segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

DICA DE TV: A HISTÓRIA DE ESTER

video

A TV Record ainda não definiu a data de estreia da minissérie “A História de Ester”, embora já esteja com chamadas no ar anunciando a nova atração. Trata-se de uma superprodução que retratará a Pérsia de 479 a.C.

Segundo a autora Vivian de Oliveira, a narração é “cheia de reviravoltas e conflitos e nos transporta para um mundo totalmente diferente”. A adaptação do texto bíblico demandou muita pesquisa e estudo sobre a época, o mundo antigo e a religião. A atriz Gabriela Durlo, que interpreta a personagem-título, ressalta que a produção é feita com uma grande equipe e efeitos que não se viam ainda na TV brasileira.
Após participar das novelas “Amor e intrigas”, “Vidas opostas” e das séries “A lei e a ordem” (todas da Record) e Mandrake (HBO), ela encara, pela primeira vez, um papel de protagonista.

“Está sendo ainda mais especial por ser a Ester, que é uma personagem forte. Ela é uma judia plebeia que é levada para o harém do rei Assuero. Ele se apaixona por Ester. Ela acaba sendo coroada rainha e arrisca sua vida para salvar o povo judeu do extermínio. É um trabalho muito interessante, e a história é profunda e consistente”, analisou.

“O texto de Ester é bíblico, mas nosso enfoque não será religioso. Vamos contar uma história romântica, cheia de tramas. Estamos registrando o fato, a história, numa linha naturalista”, avisa Hiran Silveira, Diretor de teledramaturgia da emissora. A História de Ester se passa 450 anos antes de Cristo na Pérsia (onde hoje é o Irã). Os judeus haviam sido libertados da escravidão, mas continuavam discriminados. Hamã (o vilão) obtém autorização do rei para persegui-los (sua intenção é exterminá-los), mas Ester o enfrenta.

Fonte:
http://www.r7.com/

Um comentário:

Anônimo disse...

Autora Vivian de Oliveira adianta ao R7 personagens de A História de Ester

A minissérie A História de Ester terá tramas paralelas ao enredo principal da rainha Ester que ajuda a salvar o povo judeu do extermínio no Império Persa, em 479 a.C. Para isso, a autora Vivian de Oliveira criou novos personagens. Ao R7, ela adiantou a novidade.

-Só os personagens da Bíblia não sustentariam a minissérie de dez capítulos.

Para isso, ela deu até um toque do clássico Romeu e Julieta ao criar a personagem Ana (Letícia Colin), melhor amiga de Hadassa (Gabriela Durlo) – nome de Ester antes de ela ir morar no palácio do Rei Assuero (Marcos Pitombo) e virar rainha.

-A Ana se apaixonará por Aridai (Paulo Nigro), um dos filhos do primeiro-ministro Hamã (Paulo Gorgulho), e eles vão viver um romance proibido. O Hamã odeia os judeus.

Junto com três colaboradores – Camilo Pellegrini, Maria Claudia Oliveira e Altenir Silva –, ela ainda acrescentou à trama Rubem (Márcio Kieling), amigo de Hadassa e apaixonado por ela.

-Quando Hadassa é levada pelos soldados junto com outras virgens do reino para o harém do Rei Assuero, que procura uma nova rainha, ele tenta salvá-la, mas é preso.

Vivian disse ainda que o público se surpreenderá com a minissérie.

-Há muito tempo não se via uma produção de época assim na TV, bonita, mas contemporânea nos conflitos. O que mais me chamou a atenção foi a história de amor entre Ester e Assuero. Os dois se apaixonam um pelo outro.

Fonte: entretenimento.r7.com

TESTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...