sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Festival Brasileiro da Cerveja 2011

Foto: Marcelo Martins

Opção é o que não falta no Festival Brasileiro da Cerveja

O 3º Festival Brasileiro da Cerveja de Blumenau (SC) abriu na noite de quinta-feira com sucesso de público, que prestigiou os mais de 450 rótulos da bebida, saboreou a variedade gastronômica, conferiu filmes sobre cerveja e aplaudiu as primeiras atrações musicais do evento.

Este ano, o festival conta com a presença de 34 cervejarias, 28 cervejeiros caseiros, cinco empresas importadoras e cinco de insumos e souvenires, que apresentam seus produtos e variedades da bebida até este sábado. Vale lembrar que no último dia do festival, as atrações vão começar ao meio dia e seguir até a 1 hora da manhã.

A variedade de cervejas realmente impressiona o público. Participando do festival pela primeira vez, Elisane Rosa, 35 anos, formada em ciências contábeis, provou cerveja a base de jasmim, uma novidade no evento, que é produzida pela Lady Flowers, de Itajaí (SC). Elisane estava curiosa quanto ao sabor da bebida e considerou o produto bom. "Nunca tinha provado e nem sabia que se podia fazer cerveja a partir de flores", contou.

A Lady Flowers está no mercado há menos de um ano e produz cervejas a base de camomila, jasmim e calêndula. Segundo Bianca Romagnani, a pequena empresa também produz a bebida com pitanga. "Nossas cervejas são especiais, feitas exclusivamente por mulheres e têm conquistado o paladar do público", informa. A princípio, conta Bianca, "as pessoas estranham o uso de flores, mas depois que provam, gostam do resultado".

Hidromel

Uma bebida diferente e que poucos conhecem também é opção no Festival Brasileiro da Cerveja. É o hidromel. Trata-se de uma bebida feita com mel fermentado. O produtor Henrique Correa Leite, da Iggdrasill, do Paraná - presente pela primeira vez no festival - explica que o processo de fabricação do hidromel é o mesmo da cerveja. A empresa está a dois anos no mercado e produz 800 litros/mês.

Henrique explica que no Brasil existem poucos produtores. "Temos contato com apenas 11 em todo o país que produzem exclusivamente o hidromel", informa. No festival, a Iggdrasill apresenta dois tipos da bebida: o hidromel seco puro e o hidromel suave, este último mais doce e um pouco mais alcoólico.

Confira a programação do festival para sexta-feira e sábado:

18 NOVEMBRO - SEXTA - Pavilhão 2: 19h à 1h
Palestras:
Gordon Strong: The World of Beer. 16h
Cilene Saorin: Sommeliers de Cerveja pelo mundo e harmonização com cerveja na gastronomia.  19h
Ronaldo Morado: História da Cerveja no Brasil. 21h
BeerFilm: Sessões às 20h e 22h.
Música:
Riverside - 19h
Maracá - 20h30
Riverboats Jazz - 22h

19 NOVEMBRO - SÁBADO - Pavilhão 2: 12h à 1h
Almoço harmonizado: Cervejas de cinco estados. R$90,00. A partir das 13h.
Palestras:
Julien Slabbink: Unique malts for unique beers. 19h
Pete Slosberg: Beer and Chocolate, two of the three best food groups. 21h
BeerFilm: Sessões às 14h, 16h, 18h, 20h e 22h.
Música:
Ken d´nós - 12h
Alegria do Choro - 13h30
Banda Os Cervejeiros - 15h30
Riverboats Jazz - 18h
Adriano Grineberg - 20h
Demônios da Garoa - 22h

Ingressos a preço único: R$10,00
Palestras: 20,00 (com ingresso)

Fonte: Parque Vila Germânica

Um comentário:

Marli Carmen disse...

Adorei o post de hoje! parabéns!! Bjs

TESTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...