quarta-feira, 8 de maio de 2013

TEATRO: A Mulher sem pecado / Crítica




O Coletivo Shakespeare Livre integrou a Temporada Blumenauense de Teatro 2013 com a peça A Mulher Sem Pecado. As apresentações ocorreram no Auditório Carlos Jardim da Fundação Cultural de Blumenau.

Quando fui cumprimentar a atriz Sueli Elizio ao fim da leitura dinâmica de " A mulher sem pecado", de Nelson Rodrigues, ela simplesmente me agradeceu e disse que " Ah, é uma leitura né, mas dramática". Eu fiquei comigo pensando: COMO ASSIM?

Quem teve a oportunidade de ver viu o quão concentrados todo o elenco estava, a veracidade com que fizeram cada cena, o olhar penetrante direto nos olhos do público a cada novo diálogo.

Nelson Rodrigues é mestre por si só, mas com  a direção de Nadeje Jardim e com um elenco desses, o Grupo Coletivo de Shakespeare surpreendeu a todos pela beleza e simplicidade dessa leitura dramática que com certeza deixou a todos perplexos pelo profissionalismo da nossa gente.

Uma das características dessa leitura dramática foi a de o público sentar ao redor de onde as cenas aconteciam, dessa forma, nos sentíamos na cena mesmo. Foram 3 dias de apresentações com um público significativo.

Parabenizo a iniciativa e também à todo o elenco, que muito mais do que uma leitura dramática nos proporcionou uma noite cheia de surpresas, bem a cara de Nelson Rodrigues.


Por Fabiana Lange Brandes
@oktoberblog

Nenhum comentário:

TESTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...