quinta-feira, 15 de maio de 2014

Setor 4 oferece novo ambiente na Vila Germânica




Foram apresentadas à imprensa novidades sobre o Parque Vila Germânica, o antigo Frohsinn e o antigo Biergarten.

Na manhã desta quinta-feira, dia 15, a imprensa conheceu o projeto arquitetônico do novo espaço a ser construído na Vila Germânica: o Setor 4. O objetivo da Prefeitura e do Parque Vila Germânica é tê-lo à disposição do público na Oktoberfest de 2015. A melhor notícia, no entanto, é que o novo ambiente de dois pavimentos, climatizado, com camarote e um restaurante que funcionará o ano inteiro não custará nem um centavo sequer aos cofres públicos. A notícia foi dada pelo prefeito Napoleão Bernardes, que ao lado do secretário de Turismo e presidente da Vila Germânica, Ricardo Stodieck, ainda resumiu a situação da cervejaria e restaurante da Praça Hercílio Luz (Biergarten) e do restaurante do Morro do Aipim (Frohsinn), dois imóveis públicos que funcionam sob concessão à iniciativa privada.

No caso desses dois imóveis, que se encontram fechados, o secretário de Turismo foi pragmático. O caso da cervejaria da Praça Hercílio Luz dependia de uma adequação legal, visto que a metragem do imóvel está errada na lei de 2005. Agora, o prefeito assinou uma mensagem que envia projeto de lei à Câmara de Vereadores para sanar a questão. Assim que aprovada, a Secretaria de Turismo passa a tratar do edital de concessão. A intenção é conceder o imóvel por locação de cinco anos, renováveis por mais cinco. O valor mínimo para o aluguel será de R$ 14.400,00. Há uma carência de 36 meses para o inquilino começar a pagar o aluguel, por conta do investimento inicial que terá de fazer para recuperar o prédio. Além disso, o edital prevê que o concessionário terá de manter o playground e as lixeiras da praça em perfeitas condições, bem como construir um bicicletário no local.

O imóvel localizado no Morro do Aipim, até então Restaurante Frohsinn, tem como impedimento questões jurídicas. Quando recebeu o imóvel fechado, em janeiro de 2013, a Administração Municipal descobriu um embróglio na demarcação de terras. Documentalmente, o imóvel tinha área que há muito já foi ocupada por moradores. O desmembramento da área é legalmente necessário e é isto que a Prefeitura está fazendo. A área não ocupada por habitantes, onde se localiza o restaurante, será tombada como patrimônio arquitetônico. A intenção, depois disto, é efetuar a venda do imóvel garantindo por lei sua utilização turística. Este objetivo, no entanto, será discutido com os conselhos municipais de Turismo, Planejamento, Políticas Culturais e Patrimônio.

Setor 4

A grande novidade, no entanto, foi o anúncio da construção do setor 4 no Parque Vila Germânica. Ele será erguido na modalidade de naming rigth, mesmo modelo dos maiores espaços de eventos do mundo. O pavilhão será administrado pela Vila Germânica, mas o poder público não investirá na obra. Será lançado um edital para que empresas interessadas concorram ao direito de explorar o espaço. A empresa vencedora é que investirá na construção. Em contrapartida, a empresa explorará marca e produto no novo setor por cinco anos e o restaurante do pavimento superior por dez anos. A obra está orçada em R$ 4,5 milhões.

O setor 4 terá dois pavimentos. Embaixo terá pontos de comercialização de alimentação e bebidas, sanitários e palco com camarins apropriados para eventos. No piso superior, haverá um restaurante que funcionará o ano inteiro, independente de eventos e camarote com visão tanto para o setor 4 quanto para o setor 1. O espaço poderá abrigar 1,5 mil pessoas e servirá como alternativa para congressos. Durante o ano, poderá ser utilizado para todo o tipo de evento, inclusive eventos culturais promovidos pela própria Prefeitura e pela iniciativa privada.


Diretor de Imprensa: Fabrício Wolff

Nenhum comentário:

TESTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...