sábado, 10 de outubro de 2015

Interesse pelo traje típico na Oktoberfest Blumenau




Interesse pelo traje típico aumenta e garante desconto na entrada

Os trajes típicos alemães estão cada vez mais no gosto do público que frequenta a Oktoberfest. São fritzes e fridas por todos os pavilhões, para todos os gostos e estilos. Mas para se encaixar no traje típico, e ganhar o benefício do desconto na entrada, é preciso seguir algumas regras, conforme lei municipal de 2013.

É o que faz o turista da cidade vizinha de Jaraguá do Sul, Leonardo Graffunder. Há quatro anos ele adquiriu a bermuda até os joelhos e conta que cem dias antes da festa começa a acessar diariamente o site do evento para ficar por dentro do que pode e o que não pode na vestimenta. “A cada ano vou mudando a camisa, às vezes um chapéu novo, para dar uma incrementada. Mas tento seguir exatamente a regra”, confessa o “quase legítimo” fritz. A maior motivação de Leonardo não é a meia-entrada, benefício que ele obteve na noite desta sexta-feira, dia 9, mas sim o gosto pela festa, pelas tradições e pela diversão com o grupo de amigos que veio aproveitar a Oktoberfest.

Natural de Gaspar, a engenheira Scheila Isensse, de 23 anos, também veio da cidade onde mora atualmente, Joinville, trajada tipicamente de frida. A mãe é quem costura seu traje e a cada ano, há cinco anos, ela muda os acessórios ou a cor da camisa, mas sempre adaptada às tradições. “A festa fica com outro clima, muito mais legal quando estamos vestidos tipicamente”, afirma.

Para a diretora de Eventos da Secretaria de Turismo, Ivone Lemke, a valorização do traje é uma prática que vem se tornando cada vez mais constante nas últimas edições da Oktoberfest. “As pessoas sentem-se parte da festa, tem prazer e orgulho da roupa. E a valorização do traje típico veio com a mudança do conceito da festa e o engrandecimento da cultura alemã”, ressalta. Ivone lembra ainda que os oktoberfesteiros trajados tipicamente podem participar do concurso de Fritz e Frida mais bem vestidos e ganhar a chance de fazer parte do desfile oficial da Oktoberfest 2015.

O traje adequado

O FRITZ: não podem faltar a calça ou bermuda folclórica alemãs, esta última até um palmo acima do joelho. A camisa, de manga longa ou curta, também é obrigatória e precisa harmonizar com tecidos e cores do restante do traje. A meia, até a altura do joelho, não pode faltar e o sapato deve ser social ou em cor única de sola e sapato.

A FRIDA: a blusa, de manga longa ou curta, não pode deixar o ventre a mostra. O vestido ou saia devem ser até a altura do joelho e os sapatos que compõem o traje típico são as sapatilhas, sociais ou botinas, sempre fechados, em cores lisas.

Para não errar na combinação, confira os detalhes dos trajes típicos em: www.oktoberfestblumenau.com.br/oktoberfest/trajes-tipicos

Assessora de Comunicação: Marília Prado  

Nenhum comentário:

TESTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...