segunda-feira, 24 de abril de 2017

Miss Blumenau 2017



Candidatas a Miss Blumenau 2017 falam sobre planos e opiniões

A escolha da Miss Blumenau 2017, símbolo de beleza da cidade, está marcada para o próximo dia 27, quinta-feira, a partir das 20h, no Teatro Carlos Gomes. O desfile é aberto à comunidade e tem entrada gratuita.

Para manter a calma nos dias que antecedem o concurso, as dez candidatas se concentram nos últimos preparativos. A preparação do caminho para alcançar este sonho comum envolveu a resposta das candidatas a perguntas feitas pela equipe do Parque Vila Germânica, para que cada uma possa mostrar um pouco mais da sua personalidade. Confira algumas respostas.

Pergunta - O que Blumenau significa para você?

Barbara Cicatto Longui, 24 anos
Quando lembro de Blumenau logo me vem à mente a história da cidade, pois é cheia de significados e valores mais diversos. Porém, para mim, a cultura e a história são os mais relevantes. Tudo o que nós construímos e somos hoje foi possível através de uma longa jornada, recheada de tradições, trabalho, alegria e muita disposição do povo blumenauense.


Pergunta - Cada vez mais, o Miss Universo se posiciona a respeito do papel da Miss. Não há procura somente por beleza física, mas sim por uma beleza com propósito. O que você entende e pensa sobre isso?

Carmen Morgana Cornejo Salinas, 21 anos
Considero que hoje, para exercer o papel de Miss, a beleza é apenas um requisito. Não é só a mulher mais bonita, mas sim aquela que sabe o que quer, que sabe o que pode ser e onde pode chegar. Este papel, esta responsabilidade, envolve muito mais que apenas beleza física. Envolve simpatia, empatia, carisma, representatividade, participação e incentivo social. Sem todas essas atitudes, o papel de Miss seria representado de maneira incompleta.


Pergunta - Por que você deseja ser a mais nova Miss Blumenau?

Ana Paula Molverstet, 23 anos
Ser Miss Blumenau é assumir muitas responsabilidades e estou preparada para isso. Sou apaixonada por esta cidade e suas belezas naturais. Quero representá-la para levar a nossa história, cultura e tradição aos diversos lugares e pessoas, mostrar que o concurso envolve muito mais do que beleza, e sim um conjunto de qualidades que representam as mulheres contemporâneas de nosso país, além de ser uma voz feminina ativa na sociedade e fazer uso dela.


Pergunta - Como é a sua rotina de candidata?

Tamires Gallois Ficht, 24 anos
Como temos uma preparação bem intensa, com a agenda lotada de compromissos diversificados a cada dia, posso dizer que não há uma rotina bem definida. O que faço diariamente é cuidar da alimentação, praticar exercício físico e estudar temas da atualidade. Além disso, participamos de cursos de oratória, de maquiagem, palestra sobre o turismo blumenauense. Enfrentamos o concurso com uma grande bagagem disponibilizada pela Secretaria do Turismo.


Pergunta - Se este sonho se efetivar, quais serão os seus objetivos de reinado?

Samantha Priscilla da Silva, 27 anos
Além de representar essa cidade maravilhosa, quero refletir a força e a coragem da mulher blumenauense, ser uma influência positiva em todos os aspectos de uma Miss. Além de poder me comunicar com as pessoas, terei grande foco e satisfação nas ações sociais, em poder servir e ajudar ao próximo de alguma maneira.


Pergunta - Quais os principais valores que você carrega?

Olivia Carolina Carl Pereira, 24 anos
A base de todos os meus valores coincide com o início da vida, a família. É o grupo de pessoas que me recebeu de braços abertos e me apoia, educa e auxilia a vida inteira. Tanto pensamentos quanto minhas ações são regidas pela positividade. Através deste valor é possível viver em paz e transmitir boas energias para quem está a minha volta. A liberdade também é essencial para poder me expressar e agir de diversas formas e aprender e explorar o que quiser.


Pergunta - Em sua opinião, qual característica tornará você uma vencedora em potencial?

Thais Kasulke, 18 anos
Acredito que para se tornar uma vencedora no concurso, é necessário um conjunto de características fundamentais, entre elas, o carisma, o amor pela cidade, a beleza, a simpatia e a segurança. E é esse conjunto que eu espero passar para os jurados e o público no dia 27.


Pergunta – Existe uma mulher que você tenha como inspiração? Por quê?

Thais de Souza Bonatti, 19 anos
Existe. Ela me fez enxergar um mundo real e não de fantasias, que eu possa melhorar esse mundo com gestos humanos, com honestidade, com humildade, respeitando as pessoas e diferenciando o certo do errado. Que preciso ajudar o próximo com o intuito de obter resultados positivos e me sentir realizada com a ação. Me incentiva a enfrentar meus medos e melhorar meus defeitos, não me julgando, e sim fazendo que eu melhore como pessoa. Essa mulher em especial é minha mãe, que mesmo triste nunca perdeu sua batalha, que mesmo arrependida, nunca perdeu a chance de tentar, que mesmo cansada consegue sorrir e dispor de um coração único e verdadeiro que só uma mãe pode ter.


Pergunta – Quando você descobriu seu desejo em ser Miss?

Natalia Bertoluci, 24 anos
O sonho começou na infância, com meu encantamento pelos concursos de beleza, e se intensificou quando percebi, na adolescência, que existe um propósito que vai além da postura elegante e desenvoltura das participantes. Para mim, ser Miss é poder levar uma mensagem de comprometimento com a sociedade de uma maneira tranquila, serena e séria.


Pergunta - O que é mais difícil: encarar os jurados ou a plateia?

Bianca Voitena, 18 anos
Para mim, será mais difícil encarar os jurados, pois eles estão ali para nos julgar e escolher a melhor candidata, que representará Blumenau, mas acredito no meu potencial e darei o melhor de mim. Já a plateia, que no caso são nossos familiares e amigos, nos apoiam e torcem.


Assistente de comunicação: Julia S. Schaefer

quarta-feira, 19 de abril de 2017

O retorno do “Dirndl” e da calça de couro




Esses trajes eram antigamente a roupa de trabalho nas aldeias, transformando-se, depois, no vestiário festivo da Oktoberfest, a festa da cerveja. Agora, essa roupa marca o visual dos hippies.


Alemanha. A tradição não precisa excluir a tendência e vice-versa. E menos ainda na moda. Isto é o que mostram os exemplos de Angermaier ou Lodenfrey, os grandes fabricantes alemães de trajes típicos tradicionais, pois exportam seus vestidos “Dirndl” para Abu Dhabi e vendem suas calças de couro nos EUA. Um negócio na casa dos milhões. E, na Alemanha, já não se usam mais os “Dirndl” e os trajes de couro de cervo somente na Oktoberfest de Munique, mas também em casamentos ou na Mottoparty no Reno e no Elba. Mas, depois de muitos anos de Dirndl de plástico nos mercados, os estilistas alemães e seus clientes estão voltando à tradição, como mostram os figurinos da grife muniquense Gottseidank, que desenha Dirndl realmente convincentes, usando cores suaves e formas rigorosas, correspondendo ao artesanato ALEMÃO até nas rendas das preciosas blusas. Isto tudo sem muita extravagância, mas com atenuação elegante.
O Dirndl encontra o punk

Lola Paltringer lançou um desenho alternativo opulento, com linda moda punk e uma excentricidade cheia de humor. Seus corpetes destacam-se por aplicações de laços, pelas abundantes rendas em forma de rosa, e até mesmo por bordados de cenas de histórias em quadrinho. Esta estilista nascida em Mannheim, ex-aluna de Vivienne Westwood e formada na escola de moda ESMOD, tornou-se rapidamente famosa entre as estrelas. O epicentro excêntrico de seu espírito criativo é o ateliê de vestuários típicos tradicionais, feitos sob medida, localizado no centro de Munique, cuja gerência ela partilha com sua mãe Brigitte.  
Nostalgia no estilo de Sissi

A imperadora austríaca Sissi foi a inspiração da estilista muniquense Julia Trentini, em cujos figurinos encontram-se nostalgias infantis e elegância feminina. Como o nome da grife “Fräulein Trentini” já indica, o desenho é lindo e feminino, bem no estilo de Sarah Jessica Parker, a estrela de “O Sexo e a Cidade”, que tem no seu badalado guarda-roupa um Dirndl de Trentini.
É precisamente uma firma hamburguesa, a companhia de varejo via correio Limberry, que reúne sob um só teto as três grifes de Munique e outros estilistas famosos. Sibilla Kawala, doutorada em Gestão de Empresas, vem também oferecendo no seu comércio on-line, desde 2013, sua própria coleção de trajes típicos tradicionais e um Dirndl-Konfigurator (configurador de Dirndl), o que já lhe proporcionou alguns prêmios de empresa, os “Gründerpreise”.
79ª Festa de Primavera de Stuttgart, a maior festa de primavera da Europa, de 15 de abril a 7 de maio de 2017 


quarta-feira, 29 de março de 2017

Publicado edital de licitação para gastronomia da Oktoberfest




Foi publicado nesta terça-feira, dia 28, o edital de licitação de espaços para comercialização de alimentação e souveniers durante a 34ª e 35ª Oktoberfest e a Sommerfest 2018 e 2019. Ao todo, são 15 pontos de venda de diferentes cardápios, de acordo com o Conceito Haus (casa, em alemão). Os interessados em participar da concorrência devem pedir o edital por meio do e-mail licitacoes@blumenau.sc.gov.br ou acessar o link. Os envelopes serão abertos no dia 27 de abril, às 9h.

O novo edital visa remodelar a Praça de Alimentação, resgatando dois dos mais importantes elementos presentes na cultura germânica: a arquitetura e os jardins. A influência da arquitetura é visível nas construções estilo enxaimel, facilmente identificada nos prédios com estruturas aparentes de madeira e paredes de tijolos maciços, introduzida pelos colonizadores e ainda presente em alguns imóveis da cidade.

Nesta nova proposta, a arquitetura estará evidente por meio da representação de elementos construtivos clássicos da colonização germânica, não só como a no estilo enxaimel, mas também com torres e telhado de mansarda, recriando o charme dos casarios antigos. Já os belos jardins, marca registrada da nossa cidade, também estarão presentes na Praça de Alimentação, se misturando graciosamente com a arquitetura e brincando com as cores das edificações. A ideia é simbolizar o carinho e capricho com que o blumenauense cuida de suas casas e da cidade.

Novidade na Gastronomia

Na gastronomia, a novidade fica por conta da inclusão de um novo ponto do venda: a Klops Haus ou Casa do Pão com Bolinho. Como o próprio nome já diz o espaço irá comercializar o tradicional pão com bolinho e o Frikadeller.
Outra medida é a inclusão de um ponto para venda de alimentos e bebidas funcionais. O espaço se chamará Glutenfrei Haus (Casa Glúten Free) e servirá opções como escondidinho sem glúten, cuca sem glúten, sanduíche vegetariano, sanduíche vegano e cerveja sem glúten.

Especialização e fornecedora oficial

Após a abertura dos envelopes, os permissionários dos espaços deverão participar de uma palestra a ser ministrada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) com o tema "Técnicas de atendimento ágil em eventos de gastronomia". A palestra será realizada em datas a definir, uma vez ao ano, sempre nos meses de agosto. A ideia é proporcionar um atendimento ainda mais qualificado aos visitantes da Oktoberfest e Sommerfest.

Além disso, todos os permissionários dos pontos de alimentação deverão adquirir, obrigatoriamente, os produtos ou insumos que serão vendidos nos pontos de venda da fornecedora oficial de alimentos da Oktoberfest, em caso de haver uma.

Assessor de Comunicação: Felipe Rodrigues

quinta-feira, 23 de março de 2017

Semana da Língua Alemã em Blumenau




A Fundação Cultural de Blumenau (FCBlu) divulgou a programação especial da Semana da Língua Alemã, que ocorre entre os dias 31 de março e 8 de abril. Entre as atrações estão Parque da Leitura bilíngue, Memória Digital especial, exposição Fritz Müller, culto em língua alemã, CineArte temático, apresentações folclóricas e música alemã nas escolas.

A FCBlu organiza o evento, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, o Consultado Honorário da Alemanha, o Consulado Honorário da Áustria, o Instituto Cultural Brasil-Alemanha (ICBA), o Conselho Municipal da Língua Alemã, o Museu dos Clubes de Caça e Tiro de Blumenau e a Câmara de Vereadores. A iniciativa é uma ação das embaixadas da Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e Suíça - em cooperação com seus consulados e parceiros culturais no Brasil.

A segunda edição da Semana da Língua Alemã vai envolver mais de 350 eventos em todo o Brasil. A cada ano, mais pessoas se interessam em aprender o alemão. O domínio dessa língua é uma grande vantagem no mercado de trabalho. Outro objetivo da Semana da Língua Alemã é mostrar que vale a pena aprender alemão e que é mais fácil do que muitas pessoas imaginam. Hoje, 135 mil brasileiros já o fazem. A programação completa está disponível nas redes sociais e também no endereço semanadalinguaalema.com.br


Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

segunda-feira, 20 de março de 2017

Boas-vindas à Osterdorf Blumenau!


Foto: Michele Lamin

A Associação Blumenauense de Turismo, Cultura e Eventos (Ablutec) e o Parque Vila Germânica dão boas-vindas à Osterdorf, a Vila de Páscoa, a partir desta quarta-feira, dia 22. Assim como no ano passado, o evento acontece no Ginásio Sebastião Cruz (Galegão) e no Parque Ramiro Ruediger, até o Domingo de Páscoa, dia 16 de abril.

A programação será marcada por atrações inéditas, como o Mercado de Páscoa, um espaço com diversos produtos para que os visitantes possam levar um pouco da magia do evento para casa. Outra novidade é a Parada de Páscoa, quando personagens como o Coelhinho, a Cenoura e o Chocolate, desfilam pela Vila de Páscoa atendendo a todos. A parada acontece aos sábados e domingos, às 12h30, 17h30 e 19h.

Dentro do Galegão foram montados espaços que remetem às tocas do Coelho da Páscoa. Assim, as famílias fazem um tour pelas tocas, que oferecem atividades especiais. Uma das preferidas das crianças é a Pintura de Casquinhas. No ano passado, foram coloridas 10.690 peças. Além disso, a Osterdorf oferece a oficina Mil Faces de um Coelho (pintura facial), Contação de Histórias, Pista Educativa de Trânsito, Oficina de Osterbaum (Árvore de Páscoa) e Espaço Kids.

Foto: Michele Lamin

O Parque Ramiro Ruediguer também entrará no clima da Páscoa, trazendo decoração alusiva a data, com destaque para a presença da tradicional Osterbaum (Árvore da Páscoa) e do Recanto dos Coelhos. 
Nos dias de semana, durante as manhãs e tardes, alunos das instituições de ensino de Blumenau vão se divertir com programação voltada a eles. Neste ano, 18 escolas já confirmaram presença.


A Osterdorf 2017 acontece de 22 de março a 16 de abril. O espaço fica aberto das 14h às 21h de quarta a sexta-feira, das 10h às 21h nos sábados, domingos e na Sexta-feira Santa. No domingo de Páscoa, a Osterdorf abre das 10h às 14h. No próximo dia 5, acontecerá o Culto Ecumênico, às 19h30, no Galegão.

Foto: Michele Lamin

Assessor de Comunicação: Felipe Rodrigues

TESTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...